Hungria

Discreta perto de outros países famosos, a Hungria pode revelar ótimos destinos turísticos

Artigo publicado por Rodrigo Junior nas categorias: Europa

Quando se fala em Europa, Itália, Inglaterra, Espanha, França e muitos outros países são os primeiros a vir na cabeça do viajante. No entanto, nomes mais discretos e menos procurados também reservam ótimos passeios para quem decide desbravá-los. É o caso da Hungria. País sem saída para o mar pode oferecer ótimos programas, uma beleza incrível e uma cultura rica, percebida em cada rua.

O que fazer na Hungria

Localizada na Europa Central, prepare-se para lidar com um idioma quase incompreensível. O húngaro será uma das diversões dessa viagem. Por toda a Hungria, não deixe de saborear a comida típica também muito exótica. Experimente o goulash, um guisado de carne de vaca com temperos deliciosos. A batata, as sopas e o tempero de páprica também são ingredientes muito usados nas refeições.

A cultura do país é uma das mais miscigenadas da Europa, misturando um pouco de tudo que já passou por seu território ao da história, desde celtas, soviéticos, nazistas ou comunistas.

Principais cidades

Entre os destinos mais procurados do país está a capital Budapeste, uma das cidades mais importantes culturalmente e economicamente. A leste do rio Danúbio está Peste, região onde está o Parlamento do país, o principal centro comercial, os museus, as galerias de arte e o metrô subterrâneo, o mais antigo da Europa. Do outro lado, em Buda, está a região das ruínas medievais da cidade, a incrível igreja de São Matias, uma das mais famosas atrações turísticas da cidade, e muitas outras construções históricas.

Prédio do Parlamento em Budapeste - Hungria

Prédio do Parlamento em Budapeste – Hungria

Os restaurantes e cafés estão espalhados por toda a cidade, para saborear os pratos típicos do país ou apenas degustar um café e sentir o ar intelectual das ruas. Budapeste também é o roteiro húngaro preferido para quem quer ir às compras.

Eger é também um dos pontos turísticos na Hungria mais visitados. A cidade, diferentemente de Budapeste, é mais interiorana e, assim, menos globalizada. Hospeda diversos pontos históricos, monumentos e igrejas como a Igreja Minorita, na praça Stefan Dobo e a Basílica. Além desses locais, não deixe de fora de seu guia de viagem uma boa degustação dos vinhos da região, famosos internacionalmente.

Além dessas incríveis cidades, vale a pena incluir outros destinos em seu guia turístico. A cidade de Gyor também conta com monumentos e pontos turísticos importantes para a História do país. Já a cidade de Miskolc é famosa e muito procurada pelos húngaros por seus bonitos balneários, já que o país não tem saída para o mar. Por fim, Pécs é onde a atividade cultural húngara ferve todos os dias.

Vista da Cidade de Eger na Hungria

Vista da Cidade de Eger na Hungria

Dicas de Turismo na Hungria

Viajar até a Hungria é saber que dificilmente entenderá seu idioma. Programe-se com calma e descubra as principais palavras que podem te ajudar na hora de pedir uma informação de preço, localização ou outro assunto importante. Apesar disso, o inglês pode ser a válvula de escape para a comunicação. Mesmo com essa dificuldade, os húngaros são famosos por uma hospitalidade incrível com seus visitantes.

Não é preciso tirar visto para entrar no país. Se tiver com visto de outro país Europeu, o acesso é facilitado. Se não, a liberação e entrada é feita no próprio território. A moeda é o Forint. Aceita-se Euro por lá, mas dão preferência ao dinheiro local.

No inverno, a neve dá o charme às cidades. No verão, os termômetros podem marcar até mais de 30°C. O calor deixam as cidades mais aproveitáveis, pois apesar de quente, a brisa refresca durante o dia.

Que Paris, que nada! Faça as malas e descubra o que a Hungria tem de melhor! Boa viagem!



Comente!




*Campos obrigatórios