Bariloche

Montanhas, neve e muito esporte radical. Bariloche é encantadora no inverno, mas revela ótimos programas também para o verão

Artigo publicado por Rodrigo Junior nas categorias: América do Sul

Localizada na província argentina de Río Negro, na Cordilheira dos Andes, na fronteira com o Chile, Bariloche é destino certo para todas as idades e em qualquer época do ano. Apesar de ser muito procurada no inverno por conta de suas montanhas cheias de neves para esportes radicais, nos outros meses do ano Bariloche pode oferecer ótimos passeios.

O que fazer em Bariloche

Um dos pontos turísticos em Bariloche mais procurados por seus milhares de turistas todo ano ainda é a estação de esqui. São centenas de quilômetros de pistas para descer não só com os esquis, mas também de snowboard e trenó. O local também é procurado pelos iniciantes nas atividades, pois conta com instrutores e aulas para se arriscar nos esportes. No topo da montanha é possível almoçar em um restaurante panorâmico com uma vista incrível.

Bariloche

No entanto, não são só montanhas e neves que Bariloche oferece como atrações turísticas. Há muito o que conhecer na cidade. A Isla Victoria, por exemplo, merece uma visita, assim como a região de Calafate. O passeio até lá é um incrível cenário da Patagônia. Para isso é preciso programar-se. O caminho, chamado de Ruta 40, dura três dias, passando por cidadezinhas encantadoras e paisagens patagônicas incríveis.

Para aqueles que procuram um pouco de verde, os parques são ótimas opções para incluir em seu roteiro. O Parque Nacional de Nahuel Huapi reúne fauna, flora e áreas para relaxar e praticar a pesca esportiva. Já o Parque Municipal Llao Llao é um convite para se aventurar em trilhas de vários níveis de dificuldade.

Outros programas podem ser muito divertidos para o seu guia de viagem. A Catedral de San Carlos de Bariloche leva o nome completo da cidade é possui arquiteturas muito bonitas. O Museo de La Patagônia pode contar aos turistas um pouco mais sobre essa curiosa e fascinante região. Já o Museo del Chocolate não pode ficar de fora. O produto é um dos mais consumidos e comprados na cidade.

Entre uma aventura e outra, a cidade de Bariloche também oferece ótimas opções de gastronomia e vida noturna, para quem gosta de agito. Em seus restaurantes, você pode escolher entre os típicos pratos argentinos ou outros mais exóticos com carnes de diferentes cortes e ingredientes especiais das águas e terras da Patagônia. Não se esqueça de saborear um bom vinho argentino ou chileno. Durante a noite, a diversão fica por conta dos bares e casas noturnas, em sua maioria localizada no Centro Cívico da cidade.

Assim como Buenos Aires, Bariloche conta com preços acessíveis para quem deseja ir às compras. Os produtos mais procurados da região são as roupas em couro e lã, o chocolate, os vinhos e outros produtos locais, como doce de leite, e os artesanatos. Tudo isso é possível ser encontrado pelo centro da cidade e espalhados pelos pontos comerciais.

Hotel Bariloche

Bariloche no Verão

Engana-se quem acha que Bariloche é um bom destino apenas no inverno. A cidade fica muito viva também no verão. Até mesmo os esportes radicais, normalmente relacionados às montanhas e neve, entram em cena nos dias mais quentes. Aventure-se o rafting, na canoagem, no windsurfe no lago Nahuel Huapi, nas caminhadas entre as árvores, no rapel, ciclismo e trilhas.

Os passeios de barco também são programas procurados para relaxar e ver belas paisagens pelos lagos da região. Playa Serena e Playa Bonita são duas praias que devem constar em seu guia turístico, no verão. Acredite se quiser, muitos turistas não resistem à paixão pelas praias e vestem seus trajes de banho para curtir a visão do local.

Dicas de Turismo em Bariloche

Viajar a Bariloche é ter a certeza de voltar de férias satisfeito com sua viagem. No entanto, confira algumas boas dicas para não se perder por lá. Bariloche possui um aeroporto em seu território, o Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria, que recebe voos nacionais e internacionais. É possível também fazer a viagem de carro, vindo de Buenos Aires, ao percorrer cerca de 1500 quilômetros e ver as mais diversas paisagens. Bariloche também está localizada a 130 quilômetros da fronteira do Chile.

Assim como em todo o país da Argentina, para chegar até Bariloche não é preciso visto. Viaje com um documento com foto e com expedição recente, que não ultrapasse 10 anos. O espanhol é o idioma falado, mas os brasileiros estão por toda a parte e a comunicação fica ainda mais fácil. Destino entre os mais procurados pelos turistas do Brasil, a cidade ganhou o apelido de “Brasiloche”. Prepare suas malas e sinta-se em casa! Boa viagem!



Comente!




*Campos obrigatórios