Bonito

Esportes radicais e paisagens entre as mais belas do mundo. Bonito te espera para um contato com a natureza para nunca mais esquecer

Artigo publicado por Rodrigo Junior nas categorias: América do Sul

Quando o próprio nome da cidade já diz, não há do que duvidar. A cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul é mesmo bonita por natureza e está localizada na Serra da Bodoquena, na fronteira com o Pantanal. Cachoeiras, montanhas, fauna, flora, lagos e grutas e muito esporte radical para quem gosta de se aventurar. Essas são só algumas das atrações turísticas que Bonito tem a oferecer aos seus turistas. Descubra seu espírito aventureiro e conheça Bonito!

O que fazer em Bonito

O chamado Turismo Sustentável vem ganhando espaço nos principais destinos do Brasil. O país esbanja natureza e desenvolver o turismo local sem afetar o meio ambiente é atitude certa da nova geração do planeta. Bonito é reconhecido por saber fazer isso muito bem, por isso, enquanto estiver desbravando as terras de lá, respeite a natureza.

Se quiser iniciar seu roteiro com programas menos radicais, dê uma passadinha no Buraco das Araras, um local que reúne belíssimas araras vermelhas e outras espécies de aves, no interior de uma montanha de mais de 120 metros de profundidade. Além de ver os animais, aproveite para encontrar, ao fundo, um belo lago azul.

Bonito - MS

Um dos principais pontos turísticos em Bonito é a gruta do Lago Azul. São 100 metros de largura e 70 metros de profundidade. Essa formação geológica de rochas se abriu e trouxe aos turistas uma visão incrível. Sua água transparente reflete a luz do sol e faz a paisagem ficar deslumbrante. Além dessa gruta, visite também as Grutas de São Miguel.

Em vários passeios que fizer, sempre poderá encontrar uma cachoeira para se refrescar. Entre as mais famosas estão as cachoeiras do rio Aquidabã, que totalizam nove quedas d’água, o Parque das Cachoeiras, uma trilha que leva a seis quedas e restaurantes típicos pelo caminho, a caminhada de Eno Bokóti, a Fazenda Ceita-Corê e a Estância Mimosa Ecoturismo.

Um pouco mais habituado ao espirito naturalista e aventureiro da cidade, já é hora de começar a se arriscar nas tantas opções de lazer da região.  No Aquário Natural da Reserva Ecológica Baía Bonita é possível fazer mergulho livre e flutuar para observar toda a fauna sob as águas. No Rio da Prata, Rio do Peixe e Rio Sucuri também é permitida a atividade de mergulho e flutuação. Se já se sentir confiante, inclua em seu guia turístico o Abismo Anhumas e aventure-se. O lago, com cerca de 80 metros de profundidade, está dentro de uma das maiores cavernas submersas do mundo. Porém, para chegar até o lago e mergulhar, é preciso descer uma fenda de mais de 70 metros de altura. Vai encarar?

Bonito - Aquarário Natural

Se superou o desafio anterior, anote em seu guia de viagem e dê uma passada na Lagoa Misteriosa e faça o mergulho na Gruta do Mimoso. Além dessas atrações radicais, você também pode praticar o arvorismo, o passeio entre as copas das árvores feito por pontes suspensas ou tirolesas, rapel em outras montanhas, rafting nos riachos, bóia cross e quadriciclo.

No entanto, não é só de rios e matas que Bonito se resume. A cidade oferece uma ótima estrutura hoteleira e de restaurantes para seus turistas. São hotéis e pousadas para todos os gostos e bolsos. A gastronomia local é muito interessante e pode ser considerada também uma aventura! Saboreie os pratos típicos de peixes de água doce e outros tipos de carne como a de jacaré e rã.

Para quem quer viajar em busca de compras, Bonito não é o local ideal. Ao menos que você adore artesanatos e culturas locais. Por toda a cidade é possível encontrar artes feitas pelos índios, trabalhadas com madeira, ossos, sementes e raízes. Não deixe de levar uma lembrancinha dessas pra casa.

Dicas de Turismo em Bonito

Voos vindos de São Paulo e Rio de Janeiro desembarcam no aeroporto regional de Bonito. Para outros voos, o aeroporto mais próximo de Bonito está na cidade de Campo Grande, a cerca de três horas de distância de carro. Dentro da cidade, a melhor forma de se locomover é de carro. As principais atrações turísticas encontram longe do centro de Bonito e é preciso rodar um pouco para chegar até elas. Se preferir, informe-se em seu hotel sobre os pacotes que as agências de turismo oferecem para levar os turistas até os principais pontos. No centro da cidade, restaurantes, hotéis e serviços podem ser facilmente encontrados a pé.

O período das chuvas, na região é no verão, entre os meses de dezembro e março. Apesar de soar estranho, essa é a melhor época para visitar a cidade. Com as chuvas, os rios e cachoeiras enchem e a abundância de água deixa os passeios mais atrativos. Durante o inverno, a região fica seca, a vegetação não fica muito bonita e os animais costumam se esconder do frio. Programe bem sua viagem, incorpore o espírito aventureiro e visite Bonito!



Comente!




*Campos obrigatórios