Holanda

Ganhando cada vez mais a atenção dos turistas, a Holanda reúne história, liberdade e juventude

Artigo publicado por Rodrigo Junior nas categorias: Europa

De alguns anos pra cá a Holanda ganhou espaço no cenário turístico europeu, sempre muito disputado pelos destinos caros e glamorosos. Porém, com uma cultura progressista, belas paisagens e vidas noturnas agitadas, a região dos Países Baixos ganhou a atenção dos turistas e tem recebido cada vez mais brasileiros para passear, estudar ou trabalhar.

O que fazer na Holanda

Como em qualquer país da Europa, Holanda conta com históricas atrações turísticas do século XVII, interessantes arquiteturas, museus e uma cultura curiosa, além de belas paisagens. No entanto, são os holandeses que fazem a diferença em relação à maioria dos europeus, por sua tolerância e liberdade de fazer coisas que em muitos países não é permitido.

Principais cidades

A capital Amsterdam é, sem dúvida, uma das cidades mais importantes do país, tanto para o turismo como para a economia e administração. Moderna, jovem e liberal, Amsterdam encanta qualquer um. São diversos museus sobre a história da cidade e do país, prédios e casas com arquiteturas admiráveis e, claro, uma vida noturna que não para. Além de caminhar, inclua em seu roteiro passeios de bicicleta pelas ruas e passeios de barcos pelos canais que cruzam a cidade, para conhecer os diques e paisagens.

Placa "i amsterdam" em frente ao Rijksmuseum

Placa “i amsterdam” em frente ao Rijksmuseum

Além dos famosos pontos turísticos da Holanda, que estão em sua maioria em Amsterdam, a capital chama a atenção por suas leis. Os coffee shops não vendem cafés. Você encontrará pessoas indo às compras de diversos tipos de maconha e haxixe, ervas legalizadas no país. Além disso, o país é gay friendly, com diversas baladas e praças como ponto de encontro da comunidade gay. Para finalizar, não se espante ao cruzar o Red Light District, local onde estão concentradas as vitrines de garotas de programas e casas de shows adultas, já que a prostituição também é legalizada entre os holandeses.

A cidade de Kinderdijk também merece estar em seu guia turístico. É lá que estão os famosos moinhos de vento. Um conjunto de 19 moinhos foi nomeado em 1997 como Patrimônio da Humanidade. A cidade está a 95 quilômetros de Amsterdam.

A cidade de Lisse também pode estar em seu guia de viagem, se quiser conhecer os belos campos de tulipas. A paixão por essa e outras flores permanece forte na cultura do país. Visite também a cidade de Delft, onde estão as principais fábricas de porcelana. Além desse atrativo, a cidade é charmosa, pequena e com belas igrejas, praças e arquiteturas.

Por fim, se quiser vivenciar dias de verdadeira cultura e história holandesa, visite a cidade de Volendam. Seus moradores ainda usam trajes típicos, tamancos de madeira e mantêm as tradições do país vivas no cotidiano. Além desses costumes, a cidade tem casinhas pequenas e coloridas que também permanecem como típicas e turísticas.

Barcos no Porto de Volendam

Barcos no Porto de Volendam

Dicas de Turismo na Holanda

Para viajar à Holanda apenas para turismo, não é necessário visto de entrada. Para circular pelas cidades, principalmente por Amsterdam, os trens são muito eficientes, além das bicicletas, já que há muitas ciclovias espalhadas e sofrem menos com os trânsitos caóticos das grandes metrópoles.

O verão é a melhor época para visitar o país, já que faz muito frio e mesmo na primavera ou outono a temperatura pode incomodar quem não está acostumado. No entanto, é no verão que os preços de hospedagem e passagem sobem.

Com todas as dicas em mãos, monte seu roteiro pelas principais cidades e seja livre na Holanda. Boa viagem!



Comente!




*Campos obrigatórios